terça-feira, 7 de abril de 2009

Tania Alves apresenta "Tieta do Agreste" em Brasília



Há 32 anos, uma mulher mudou a história da literatura brasileira. A saga de Tieta do Agreste, lançada em 1977 no romance homônimo do grande Jorge Amado, deixou em evidência a vila pacata de Santana do Agreste, no interior baiano. A vida da menina expulsa pelo pai aos 17 anos por ter escandalizado a população ao viver relações amorosas e que retorna, 26 anos depois, rica e desejada, ultrapassou as páginas do livro. Foi levada ao cinema, à televisão e agora ao teatro, em formato de musical.

Dirigida por Christina Trevisan e com músicas de Pedro Paulo Bogossian, a montagem reúne grupo de 20 atores e sete músicos e ocupou o palco da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional, em Brasília, no último final de semana.

“Ela é a síntese de todas as mulheres de Jorge Amado”, resume a atriz e cantora Tania Alves, que vive Tieta no espetáculo. “É muito rica a personagem. Rica de sentimentos, intenções, características... E eu, como gosto de trabalhar e de desafios, adorei fazer uma personagem tão complexa, cheia de nuances e detalhes. É um marco na minha carreira fazer Tieta”, revela.

O espetáculo estreou no ano passado e já passou por cidades como São Paulo e Salvador. No elenco, além de Tânia, estão Blota Filho (Barbosinha), Alice Reis (Imaculada), Dora Bueno (Cinira) e o brasiliense Fábio Barreto (Ascânio).


Fonte: Correio Braziliense.




Nenhum comentário:

Postar um comentário